domingo, 16 de Outubro de 2011

Bolinhos da Aldeia Entrançados

O milagre começa e acaba nas mãos.
De quem amassa e transforma em alimento farinha e água; de quem o parte e reparte e faz da partilha uma riqueza que conforta.
Por esse mundo fora, pão é pão. De simbolismos feito, de cheiros e tradições, de abundância e pobreza.

Hoje celebra-se o Dia Mundial do Pão e da Alimentação e tal como tem acontecido nos últimos anos, participo na comemoração organizada pela Zorra, que me foi dada a conhecer há dois anos pela amiga Moira.

Este não é o pão nosso de cada dia. É um pão doce, daqueles que se vendem nas festas das aldeias, de miolo rico e denso, que resiste ao passar dos dias. É como mais gosto dele: torrado às fatias, com manteiga e um copo de leite.

Photobucket

Bolinhos da Aldeia Entrançados

100 g de amêndoa s/pele
250 g leite
40 g vinho do Porto
40 g de manteiga
20 g fermento de padeiro fresco
1 c. chá de sal
1/2 c. chá de gengibre em pó (ou erva-doce)

Raspa de 2 laranjas
220 g açúcar 
amarelo
700 g farinha
de trigo T65
150 g passas
Gema de ovo p/pincelar

_________________________________________

Preparação da massa na bimby:
Pulverize a amêndoa 10 seg/vel 9. Retire e reserve.
Coloque no copo o leite, o vinho do Porto, a manteiga, o fermento, o sal, o gengibre e a raspa de laranja e programe 2 min/37ºC/vel 2.
Adicione a farinha, a amêndoa e o açúcar e marque 4 min/vel espiga.
No ultimo minute, deite as passas pelo bucal.
Forme uma bola e deixe levedar num alguidar tapado com um pano até dobrar de tamanho.

Preparação da massa na MFP:
Deite na cuba os ingredientes na cuba pela ordem indicada para a sua máquina e seleccione o programa “Massa”. Quando apitar, junte as passas.

Preparação da massa tradicional:
Dissolva o fermento no leite morno.
Moa a amêndoa o mais finamente possível ou, se preferir, opte por usar miolo de amêndoa.
Numa tigela faça um monte com a farinha, a amêndoa e o sal.
No centro vá adicionando o leite e o vinho do Porto.
Misture a manteiga derretida, o gengibre, o açúcar e a raspa de laranja, amassando muito bem.
Por fim, misture as passas e amasse até que fiquem envolvidas.
A massa fica mais consistente que a de pão.
Forme uma bola e deixe levedar num alguidar tapado com um pano até dobrar de tamanho.

…………………………………………………………

Quando a massa tiver levedado, trabalhe-a um pouco com as mãos, apenas para lhe tirar o ar.
Molde pequenas broas ou, se preferir, faça rolos finos com a massa e forme tranças.

Enquanto isso, aqueça o forno a 180ºC.
Pincele com gema de ovo batido com um fio de leite e leve ao forno cerca de 25 a 30 minutos.

_________________________________________
_________________________________________


The miracle starts and ends in the hands.
Of those who kneads and turns into food flour and water; of those who shares this piece of confort.
All over the world, bread is bread. Made of symbolism, smells and traditions, wealth and poverty.

Today we celebrate the World Bread Day, and as usual I participate in the celebration organized by Zorra. Thank you Moira for the reminding. ☺

This is not our daily bread. It’s a sweet bread, one of those that are sold at the annual celebrations of the small villages of Portugal. Rich and dense crumb, which resists the passage of time. And that’s how I like it: sliced roasted with butter and a glass of milk.

Sweet Braids

20 g fresh yeast
250 ml milk
700 g bread flour
100 g ground almond
40 ml Port wine
40 g butter
100 g ground almond 1/2 tsp ground ginger
220 g sugar
Zester of 2 oranges
700 g bread flour
150 g raisins
Egg yolk to brush


Undo the yeast in the milk.
Place the flour, almond and salt in a bowl and place the milk and Port wine in the center.
Mix the melted butter, ginger, sugar and lemon zest, kneading well.
The dough is tougher than simple bread dough. In the end, mix the raisins.
Form a ball and let rise in a bowl covered with a cloth until doubled in size.

Work it a little with your hands, just to take away the air.
To model, form little loafs or braids. Let it rest another half hour.

Meanwhile, preheat the oven to 180ºC.
Brush with the egg yolk and bake for 20/25 minutes.

Bake Bread for World Bread Day 2011

24 comentários:

  1. Esse pão entrançado está perfeito! E que bom deve ser torradinho com manteiga, gosto muito. É uma alegria e satisfação amassarmos e crarmos o nosso próprio pão e poder partilhá~lo ainda melhor.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  2. Bom Dia amiga,

    mais uma data a comemorar e calhou ao Domingo onde há sempre um pãozinho á mesa.
    Obrigada pela sugestão,

    Fernanda
    Pi

    ResponderEliminar
  3. Adorei a receita.Como gosto de fazer a pao vou ter que esperimentar a tua receita.

    ResponderEliminar
  4. humm mas que pao mais gostoso gostei muito da cor beijnhos b domingo

    ResponderEliminar
  5. Queria participar neste evento e não me lembrei que era hoje, vai ficar para o ano que vem.
    Este pão doce está a chamar por mim, deve ser divinal
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  6. Gasparzinha,
    Pão com amêndoas deve ter ficado especial.
    Também estou participando do WBD, já que fazer pão é um dos meus prazeres.
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  7. Gasparzinha amiga que bonita trançinha...adorei...bjokitass

    ResponderEliminar
  8. Que bela trança!
    Pelos ingredientes dá para ver que além de saborosa deve ser muito aromática :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. O pão está com uma aspecto maravilhoso. Bastante rico,...
    Também me esqueci deste evento,...
    Bjs e boa semana sempre promovendo a alimentação saudável.

    ResponderEliminar
  10. Por momentos até achei que fossem pedacinhos de chocolate mas afinal são as malditas passas ha ha Mesmo assim ficou um entrançado lindo ;)

    ResponderEliminar
  11. Susaninha,

    Ficou tão linda a tua trança! :)
    Excelente forma de comemorar este dia!

    Um grande beijo*

    ResponderEliminar
  12. Amiga,
    Que bela participação, e o que eu gosto destes pães de aldeia, que fazem lembrar festas e romarias.
    Este ano nem divulguei o evento convenientemente, mas não tenho tido disposição para nada.
    Beijocas
    Manuela

    ResponderEliminar
  13. Gasparzinha, vou guardar essa receita. Quero fazer com castanha do Brasil (castanha do Pará)... Estou louca para fazer pão com as minhas próprias mãos... Essa receita é o que precisava para começar. Obrigada por dividir. Beijocas, Adriana

    ResponderEliminar
  14. Bom dia!
    Que manhã fantástica entre tantas receitas de pão. Não conhecia de todo este tipo de pães, mas deve ser realmente uma delicia. Para mim não há melhor forma de saborear pão do que com manteiga e uma chávena de café com leite, coisa que detestava qd era míuda.
    Muito obrigada pela visita e pelo comentário tão doce.

    bjs e votos de uma excelente semana

    ResponderEliminar
  15. Your loaf looks awesome! Thank you for participating in World Bread Day 2011.

    ResponderEliminar
  16. Susana ficou lindo este pão entrançado, boa participação.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  17. Adorei este bolinhos da aldeia. Estão com um ar super apetitoso e estaladiço.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  18. Que linda trança ;-)
    Ainda não tinha reparado que o No Soup agora era bilingue, tenho a certeza de que os fãs lá de fora, já são mais que muitos. Parabéns!

    Beijinhos
    Teresa

    ResponderEliminar
  19. Teresa, apesar de ter algumas visitas do estrangeiro, o No Soup continua apenas em português. E mesmoa assim, o tempo já se revela curto para o actualizar tanto quanto gostaria.
    Este post teve direito a versão inglesa porque como se integra no World Bread Day acei que seria simpático facilitar a vida aos outros visitantes.

    Um beijinho para todos e obrigada pelos simpáticos comentários. :))

    ResponderEliminar
  20. Gostei de ler bilingue e gostei muito do paozinho :)
    beijinho

    ResponderEliminar
  21. Tão lindo!! Apetece roubar um pedaço :)

    ResponderEliminar
  22. Este ano não participei, esqueci-me!! :(

    Mas esses bolinhos da aldeia são uma maravilha.

    Bjs

    ResponderEliminar
  23. Ficou lindo o teu paozinho, adorei a cor e a trança ficou genial.

    um beijo

    ResponderEliminar
  24. Erva doce! Palavra mágica! Gostei mt do seu blog e vou visitar mais vezes para espreitar as novidades! Vou ter que experimentar esta receita e dps digo como correu no meu blog hojeparajantar.blogspot.com! Obrigada!

    ResponderEliminar