sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Risotto de Outono. Castanhas e cogumelos

 Há um bom tempo que não fazia risotto e quando esta semana passei os olhos por um bem apetitoso no feed do IG, fiquei logo com o jantar decidido. 

Peguei nos ingredientes da estação que tinha em casa e como aproveitei para também cozer umas couves, incorporei os talos na base do refogado. Podem, pois, omiti-los se não tiverem ou substituí-los por talos de brócolos, couve flor ou algum outro legume que queiram aproveitar integralmente. 

As castanhas e os cogumelos são sempre uma combinação que não desilude, e a presença discreta da abóbora deu-lhe presença q.b. no conjunto de todos os sabores. Foi pena não ter umas folhas frescas para polvilhar, mas o creme de caju que envolvi no final fez esquecer isso assim que a primeira garfada chegou à boca. 


Outono, Outono, como não gostar de ti?


     390A9308_copy   


Risotto de Outono 

Rende 2 a 3 refeições 


Azeite 1 dente de alho 
1 cebola 
Talos de couve (opcional) 
1 talhada fina de abóbora manteiga 
100 g de cogumelos pleurothus, em pedaços 
150 g de arroz carnaroli, p/ risotto 
1 chávena de miolo de castanhas pré-cozidas ou congeladas 
150 ml de cerveja 
400 ml de caldo de legumes caseiro ou água 
Noz moscada q.b. 
Sal q.b. 
Pimenta preta moída na hora q.b. 
2 c. sopa de creme de caju


// preparação tradicional 

Num tacho, refogue em azeite a cebola e o dente de alho picados até alourarem. 
Junte depois os talos de couve ralados e a abóbora em cubinhos ou ralada e deixe cozinhar uns minutos em lume médio. 
Acrescente os cogumelos e cozinhe em lume alto, até que se solte o seu líquido e fiquem douradinhos. 
Adicione então o arroz, mexa e cozinhe em lume médio até que o bago mude de cor. 
Deite depois a cerveja, aumente o lume e aguarde até que levante fervura e o álcool evapore. 
Tempere com noz moscada, sal e pimenta, junte as castanhas, reduza o lume e vá adicionando o caldo quente a pouco e pouco, esperando que o arroz o absorva para só então colocar mais, mexendo sempre. Este processo de cozedura do arroz demora entre 18 a 20 minutos. 
Apague o lume, envolva o creme de caju e rectifique os temperos. 
Deixe descansar cinco minutos e sirva de seguida. 

* Quando faço iogurte de soja e caju fico sempre, propositadamente, com creme de caju extra, que uso de variadíssimas formas. 
Para os risottos, misturo numa tacinha 2 c. sopa de creme de caju com 1 c. sopa de levedura nutricional e 1 c. café de mostarda e envolvo no fim, depois de desligar o lume do arroz, para acrescentar cremosidade. 
Quando não tenho creme de caju, substituo-o por iogurte de soja e acrescento 1 c. sopa de azeite junto com a levedura e a mostarda. 


// preparação robot de cozinha (bimby_thermomix) 

Coloque no copo o azeite, a cebola, o alho e os talo de couve, pique 5 seg/vel 5 e refogue 5 min/Varoma/vel 1. 
Adicione os cogumelos e salteie 5 min/Varoma/c. inversa. 
Junte as castanhas, o arroz, a cerveja, o caldo, tempere com noz moscada, sal e pimenta, envolva bem com a espátula e programe 8 min/100ºC/vel colher inversa. 
Retire a tampa e com ajuda da espátula envolva para soltar o arroz do fundo do copo e programe mais 10 min/100ºC/vel colher inversa. 
Rectifique os temperos e envolva o creme de caju com a espátula. 
Deixe descansar cinco minutos e sirva de seguida. 

* Quando faço iogurte de soja e caju fico sempre, propositadamente, com creme de caju extra, que uso de variadíssimas formas. Para os risottos, misturo numa tacinha 2 c. sopa de creme de caju com 1 c. sopa de levedura nutricional e 1 c. café de mostarda e envolvo no fim para acrescentar cremosidade. Quando não tenho creme de caju, substituo-o por iogurte de soja e acrescento 1 c. sopa de azeite junto com a levedura e a mostarda.

Sem comentários:

Publicar um comentário