segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Youvetsi - Orzo com Cabrito

Quem acompanha o No Soup sabe que eu sou fã de sobras.
Gosto do conceito de aproveitamento e gosto sobretudo do desafio a que me proponho de reinventar o que há no frigorífico.
E se o que temos é um cabrito delicioso que depois de um almoço para 6 ainda chegava para quase outro tanto, porquê ficarmos por ali?

Da minha lista de livros pedidos, alguns foram parar à botinha que o Menino Jesus encheu. O “Falling Cloudberries” da Tessa Kiros foi um deles.
Depois de um longo namoro, o casamento não podia ter sido mais feliz: as minhas mãos foram folheando o livro e a lista de receitas a experimentar não parava de crescer.
Textos inspiradores, fotos autênticas e receitas sugestivas: de tudo isto se faz um livro que me enche as medidas. As influências da cozinha dela passam pelos lugares onde viveu, numa conjugação surpreendente de tradições e produtos: Grécia, Chipre, Finlândia e Itália. Ai que mistura boa! :)

Vem de lá a inspiração para esta receita que vos trago.
E que almoço delicioso nos renderam as sobras de cabrito! :)

Photobucket

Para 2 pessoas:

1 cebola
1 dente de alho
Azeite
220g de tomate pelado em pedaços
50ml de vinho branco
Sal e pimenta
Uma pitada de canela
Oregãos
220g de sobras de cabrito
250g de água
180g de orzo (massa pevide)
Mozzarella ralada

_________________________________________

thermomix_bimby

Aqueça o forno a 200ºC.

Coloque no copo a cebola e o alho: 5 seg, vel 5.
Deite o azeite: 5 min, temp varoma, vel 1.
Junte o tomate, o vinho e os temperos e cozinhe 12 min, temp 100º, vel colher inversa.
Enquanto isso desosse a carne e separe-a em nacos grandes.
Junte a carne ao molho de tomate: 2 min, temp 100º, vel colher inversa.
Deite a água e cozinhe até que atinja a temp 100º: 4 min, temp 100º, vel colher inversa.
Junte a massa orzo e cozinhe durante o tempo indicado na embalagem: 10 min, temp 100º, vel colher inversa. Rectifique os temperos.

Deite num tabuleiro de servir que possa ir ao forno, polvilhe com o queijo mozzarella e leve a gratinar durante uns minutos.

tradicional

Aqueça o forno a 200ºC.

Pique a cebola e o alho e refogue no azeite até que a cebola amoleça.
Junte o tomate, o vinho e os temperos e cozinhe uns 15 minutos, até queo molho apure e engrosse.
Enquanto isso desosse a carne e separe-a em nacos grandes.
Junte a carne ao molho de tomate e deixe em lume médio por uns 2 minutos.
Deite a água e quando ferver junte a massa orzo.
Cozinhe-a durante o tempo indicado na embalagem e rectifique os temperos.

Deite num tabuleiro de servir que possa ir ao forno, polvilhe com o queijo mozzarella e leve a gratinar durante uns minutos.

_________________________________________


Notas:

- A Tessa refere que este prato é muitas vezes servido com cubos de queijo feta, que derretem ao serem misturados.

- Se quiser fazer tudo de raiz, caso não tenha sobras de cabrito, siga as instruções do livro:
Corte a carne em cubos e sele-os em azeite quente, no fogão. Reserve-a.
Siga depois a preparação do molho de tomate, mas junte logo a carne ao fim dos primeiros 5 minutos e deite água até uns 2 dedos abaixo dela.
Tape a caçarola e leve ao forno a 180ºC até que a carne fique macia.
Junte então a massa e coza-a, no forno ou no fogão.

Fonte – Inspirada a partir do livro “Falling Cloudberries” da Tessa Kiros.

28 comentários:

  1. Também tenho esse livro, que adoro. É maravilhoso perder-me nele, nas fotografias e nos textos. E nas receitas também, acredito, já que ainda não experimentei nenhuma. Namoro os livros, apaixono-me por eles, compro-os e devoro-os e perco-me neles. Mas muitas vezes não os ponho em acção. Se calhar é uma boa resolução de ano novo ;)

    Bom Ano, Gasparzinha *
    Mariana

    ResponderEliminar
  2. Há que aproveitar, pois no aproveitar é que está o ganho ;) já a minha avó dizia. Eu acabo por ter uma preguiça enorme e deixo-me levar e acabo por apenas aquecer as sobras e juntar um acompanhamento diferente... mas com ideias como as tuas pode ser que me inspire e começe a reaproveitar de forma diferente ;)

    beijinhos e aproveito para te desejar um bom ano 2011.

    ResponderEliminar
  3. Que receitinha boa. Ah ah! és como eu adoro livros.
    Bom Ano
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. E eu que tenho sobras de cabrito no frigorifico...
    Gostei muito amiga
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  5. Os livros da Tessa são absolutamente fantásticos. E esse é mesmo um dos meus favoritos.

    Como não tenho cabrito (não é costume comprar), tenho de fazer com outro ingrediente, porque de facto é um pitéu a não perder.

    bjs e bom ano!

    ResponderEliminar
  6. Eu tambem ando a deliciar-me com um livro da Tessa Kiros, mas o piripiri starfish. E tambem sou fa de sobras!
    Bom 2011
    Sofia

    ResponderEliminar
  7. ESSAS SOBRAS DERAM UMA REFEIÇÃO MARAVILHOSA.
    BJS

    ResponderEliminar
  8. Um prato excelente. E quem disse que eram sobras?!!!Ninguém diz.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Não sei qual gostaria mais, se o cabrito assado ou este ! Delicioso.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Palavras para quê Gasparzinha... :)

    Vindo de ti, é divinal.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Palavras para quê,...ficou fantástico!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Nos dias de hoje e com a crise pelo mundo fora, tem-se mesmo que aproveitar. Ficou com um aspecto delicioso.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Mais um livro que está na minha lista há um tempinho e é bom saber que ele vale a pena :)

    ResponderEliminar
  14. Mais uma receita a copiar e testar ficou fantástica e com uma deliciosa apresentação, bjs.

    ResponderEliminar
  15. Olha, só a foto já abre o apetite. Dois ingredientes que já me venderam a receita foram o carneiro - é claro, e a canela. Este livro é realmente inspirador. A Tessa Kiros é alguém que consegue manter a bandeira da autenticidade neste mundo louco em que há muita pouca originalidade.

    ResponderEliminar
  16. Essa foto abre o apetite a qualquer um definitivamente :)... K delícia
    beijinhos e um bom ano

    ResponderEliminar
  17. E que belo aproveitamento, pela aparência na parece nada um prato confeccionado com restos de outra refeição.
    Está mesmo apetitoso...

    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Já estou de olho nas sobras do peru do jantar de ontem.
    Sou adepta de recriar as sobras, os pratos ganham uma 2º vida que não deixa nada a desejar ao seu estado original.

    Bom ano

    ResponderEliminar
  19. Deste-me uma grande ideia para o jantar. Vou fazer este prato, mas com carninha de perú!

    ResponderEliminar
  20. Olá Gasparzinha,
    é verdade, esta altura do ano traz sempre tantas sobras que acabam sempre por se arrastar no frigorífico, e por isso o melhor é mesmo dar asas à imaginação e reinventar um prato bem delicioso com elas. Este orzo tem um óptimo aspecto. :-) Beijinho e um bom dia de reis

    ResponderEliminar
  21. Tá com uma cara super apetitosa! Adorei.

    Feliz 2011.
    Bjs

    ResponderEliminar
  22. Olá Gasparzinha vim mostrar que não só conheço o teu blog como sou tua seguidora à muito, venho sempre ke posso. Este prato ficou magnifico kem diria ke é com sobras...ADOREI pela originalidade!!!
    Um grande beijinho e obrigado pelo mail que me envias-te
    PS-(fiquei curiosa e aos pulinhos de entusiasmo mas há sempre umas....depois lês)

    ResponderEliminar
  23. não conhecia o livro mas fiquei curiosa, compraste-o na net ou em alguma livraria?
    Sobras tb é cmg... e ai é que podemos inventar pratos deliciosos eheheh
    bjs

    ResponderEliminar
  24. Comprei-o na amazon, no link que deixei na introdução do post.
    :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  25. Amiga
    Ficou apetitosa demais;)
    Ando para comprar esse livro há algum tempo, tenho 2 livros dela que adoro, principalmente as fotos. Talvez na próxima encomenda.
    Beijo

    ResponderEliminar
  26. execelente aproveitamento. esta um mimo ate tenho agua na boca:-)

    ResponderEliminar