quarta-feira, 22 de abril de 2009

Devagar, Devagarinho - Pá de Porco no Forno em Câmara Lenta

Uma data especial. Uma carne vulgar. Um jantar excepcional!
:)

Os temperos são ao gosto de cada um, mas estes, garanto, fazem da pá de porco carne de festa.
Usando um recipiente de ferro fundido com tampa, sela-se a carne ao lume para que todos os seus sucos se preservem e depois segue tapada para o forno, como que num estado de hibernação do qual apenas somos lembrados pelo aroma inebriante que vagueia pela casa.
Foram 4 horas em forno baixo, para que em slow motion todos os sabores e aromas se congregassem no que resultou numa carne deliciosamente suculenta e saborosa. Macia…
E muito gabada! :)

Photobucket

1,7kg de pá de porco com osso
1 c.sopa de açúcar amarelo
2 c.chá de cominhos
2 c.chá paprika
1 c.sopa de sal
1 c.chá de pimenta
1 c.sopa + 1 c.sopa de azeite
2 cebolas
3 cenouras
4 dentes de alho
1 lata de 400g de tomate
1 cerveja
Batatas
_________________________________________

Misture e faça uma pasta com o açúcar, os cominhos, a paprika, o sal, a pimento e 1 c.sopa de azeite. Besunte a carne com esta pasta e deixe descansar uns 30 minutos.

Aqueça o restante azeite e sele a carne, deixando-a em lume médio-alto 3 minutos de cada lado (usei uma panela de ferro fundido que vai ao lume e ao forno, mas tb pode usar um tacho normal e depois um recipiente de forno que tenha tampa). Retire a carne.
Junte as cebolas em gomos, as cenouras em tiras largas, os alhos inteiros, o tomate e a cerveja, deixando levantar fervura. Junta-se a carne, cobre-se com a tampa e leva-se ao forno baixo, entre os 150 e os 160º.
4 horas!
De hora a hora abri e cobri a carne com o molho, e quando faltava uma hora acrescentei umas batatinhas cortadas em pedaços.

A carne fica extremamente tenra e macia e separa-se do osso como manteiga.
Servi os pedaços maiores na altura, na companhia das batatas, cenoura e cebola.
A restante carne guardei em dois recipientes: um com pedaços inteiros, outro com a carne que desfiz na hora, com os dedos. Também guardei o molho, que tanto se pode congelar como conservar no frigorífico.
Com a carne que sobrou, colocarei aqui no blog várias receitas.
Demora, mas acreditem que não dá trabalho nenhum.

Um repasto de lamber os dedos!!

Photobucket

PhotobucketPhotobucketPhotobucket

27 comentários:

  1. Amiga,gasparzinha.
    Gostei muito dessa carne,deve estar mesmo de lamber os dedos:)tb costumo fazer uma parecida.


    bjs

    ResponderEliminar
  2. :) que bela comemoração!!

    Está mesmo com um aspecto delicioso!

    Tenho uma duvida... que tipo de panela usas-te para levar ao foro!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Rita, esta receita é daquelas que quase todas as pessoas conhecem porque é mesmo deliciosa!!

    Belusca, como (ainda) não tenho um french oven Le Creuset, usei uma panela de ferro fundido comprada no lidl, com tampa pirex.
    Mas para levar ao forno tb podes usar um pirex com tampa, mas é importante selar sempre a carne antes no fogão.
    :)

    ResponderEliminar
  4. O aspecto é maravilhoso o sabor então...imagino heheh

    ResponderEliminar
  5. Imagino o quanto estaria de boa essa carne.
    Vi no programa do Jamie Oliver uma receita muito parecida a esta, que fiquei com ela debaixo de olho.
    Excelente maneira para comemorar ;)
    Bjos

    ResponderEliminar
  6. As fotos falam por si!
    Que bela forma de comemorar.. ; )
    beijinhoss

    ResponderEliminar
  7. Adoro o porco feito dessa forma, é delicioso! Cá em casa tornou-se um favorito desde a primeira vez.
    Mas eu não o faço tapado nem selo a carne e fica igualmente húmido e suculento.

    Beijoca *
    Mariana

    ResponderEliminar
  8. Mariana, selando e tapando achei ligeiramente mais rápido...
    E o forno fica mais limpinho! :)
    Ao ver o estado em que fica a tampa no fim, aí é que se vê a lambuzeira em que fica o forno depois destes assados.
    :)

    ResponderEliminar
  9. Vale bem a pena esperar por uma refeição assim!
    Que alegria para a minha vista!!!

    ResponderEliminar
  10. Gasparzinha, eu faço a minha em 4 horas e meia, sem selar. Convém é ser pá com uma camada de gordura ainda, para não ficar seca.

    *
    mariana

    ResponderEliminar
  11. Bem, brutal esta receita... muito, muito ao nosso gosto lá em casa :)

    ResponderEliminar
  12. O aspecto diz tudo!
    Esse pratinho gostoso com as batatas, bem que podia ser para mim...nota-se que fica bem suculenta e deliciosa! :)

    ResponderEliminar
  13. É verdade, parabéns pelo magnifico blog :)

    ResponderEliminar
  14. Mariana, assim fico a saber que tb resulta!
    Fui ver a tua receita e lembrei-me dela assim que li o título... :)
    Tem um aspecto irresistível.

    Cristina, que bom ver-te por aqui!
    Ainda bem que gostaste . :)

    Beijnhos para todas.

    ResponderEliminar
  15. Tal como tu, sou uma adepta dessa técnica de "slow roast". A carne fica tenra e suculentíssima.

    bjs

    ResponderEliminar
  16. Beeeem!!!! Eu fiquei babada apenas com as fotos, imagino se tivesse provado...

    ResponderEliminar
  17. Sim é mmesmo um atentado de suculento esta carne.
    parabens.
    bjs

    ResponderEliminar
  18. Q bela ideia.
    Eu tb vi algo do genero no Jamie e sp disse q tinha de experimentar...
    Tenho de comprar uma pirex com tampa e experimentar esta delicia...

    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Devagar, devagarinho é um primor. Faz-me lembrar o frango maricas (com limão) que também leva um tempão no forno mas que fica divinal.

    Para ser franca não gosto de rapidinhas :-D
    A "coisa" tem de levar o seu tempo senão não toma gosto.

    Beijokas

    ResponderEliminar
  20. Uma mistura de sabores excepcional...

    ResponderEliminar
  21. Uiiii, que até salivei!!! Carne tenrinha é sempre bem vinda :)

    ResponderEliminar
  22. Tenho que experimentar essa carne! Deixei um selo para ti no meu blog. Bjs.

    ResponderEliminar
  23. lento e deliciosos. esta uma perdiçao esta carne menina.
    jinhos

    ResponderEliminar
  24. Eu sabia que havia porque aqui mais adeptas do slow roast.
    Quem nunca experimentou, não sabe o que perde!
    :)
    Beijinhos a todas.

    ResponderEliminar
  25. Que comidinha boa...feita com vagar :) bjinhos

    ResponderEliminar
  26. Hoje publiquei esta deliciosa que fiz lá em casa há uns dias e que toda a gente (a filha não conta, ok?) adorou!

    ResponderEliminar
  27. Que bom! Agora com os dias mais frios, apetece ainda mais colocar o forno a produzir coisas boas. :))
    Bjs

    ResponderEliminar