terça-feira, 14 de Abril de 2009

Bolo das Rosas

É engraçada a volta que as receitas dão, escrevendo histórias de tradições regionais, aqui de uma forma, mais além com outro ingrediente, cada pessoa crendo que a receita é típica da sua terra.

Vi este bolo das rosas pela primeira vez no forumbimby, quando a Gisa perguntava se alguém conhecia esta receita típica do seu Alentejo.
E eis que uns tempos mais tarde, em conversa com a tia do meu namorado, nascida e criada em Angola, ela me descrevia um bolo que nunca faltava nas mesas de festa, em formato de rosa, com uma calda, massa lêveda… E eu, claro, identifiquei logo: era o bolo das rosas de Alcácer.

Enfim… Daqui ou dali, com amêndoa ou com coco, o que é certo é que este bolo é um segredo dos deuses! Magnifico.
O aspecto não deixa adivinhar o quanto fofo e húmido ele fica.
É dos que faço vezes sem conta... para oferecer, para os meus pais, para a Páscoa e para quando simplesmente apetece.

Photobucket

Para a massa:
250 g de leite
120 g de manteiga
20 g de fermento de padeiro fresco ou 1 c. chá de fermento seco (5 g)
2 ovos
500 g de farinha T65
Uma pitada de sal

Para o recheio:
120 g de manteiga
120 g de açúcar
120 g de amêndoa ou avelã grosseiramente triturada (na bimby, 10 seg/vel 5)

Para a calda:
400 g de água
140 g de açúcar
1 vagem de baunilha

_________________________________________

thermomix_bimby

Coloque no copo o leite, a manteiga e o fermento no copo e programe 2 min/37ºC/vel 1.
Adicione os ovos, a farinha e o sal e bata 20 seg/vel 6.
De seguida amasse 3 min/vel espiga.
Deixe a massa repousar tapada durante 1 hora ou até dobrar de volume.

máquina de pão

Colocar os ingredientes da massa na cuba e seleccionar o programa “Massa”.

tradicional

Dissolva o fermento e o sal no leite morno.
Misture a farinha com a manteiga derretida e vá deitando o leite aos poucos, amassando até que a massa deixe de se agarrar às mãos. Depois acrescente um ovo de cada vez e amasse muito bem, deixando levedar até dobrar de volume (aproximadamente 1 hora).

…………..

Forre com papel vegetal uma forma de fundo amovível de 26 cm de diâmetro.
Estenda a massa com o rolo numa superfície enfarinhada e forme um rectângulo.
Pincele-o com a manteiga derretida do recheio e espalhe por cima a amêndoa triturada e o açúcar.
Enrole pelo lado mais comprido do rectângulo e divida em nove partes iguais. Disponha-as na forma distanciadas umas das outras, com a face do corte para cima, uma no centro e as restantes ao seu redor, formando uma flor.
Deixe levedar mais 30 minutos, até as rosas aumentarem de volume e ficarem em contacto umas com as outras. Enquanto isso, pré-aqueça o forno a 180ºC.
Coza o bolo no forno a 180ºC durante cerca de 30 minutos.

Enquanto o bolo está no forno, prepare a calda:
Coloque todos os ingredientes no copo da Bimby e programe 20 min/Varoma/vel 1, ou leve a lume brando numa panela, mexendo sempre até engrossar e ganhar o ponto de calda.
Regue o bolo com a calda ainda na forma e aguarde um pouco para que seja absorvida. Depois desenforme para um prato de servir.

Photobucket

Notas:

- No recheio também se pode usar coco, canela ou outros ingredientes a gosto.

- A massa deste bolo que apresento nas fotos foi preparada na máquina de pão.

Fonte – Receita da Karla, adaptada à Bimby pela Gisa.


PhotobucketPhotobucketPhotobucket

42 comentários:

  1. Ai...... tá linda, linda, linda, linda, essa rosa enjeitada.

    De todas as que tenho visto é a má linda que vi até hoje, acredita!

    Ganda pintarola de padeira e de máquina fotográfica. Fazes inveja à "Sacolinha" :0)

    ResponderEliminar
  2. Rute, és sempre muito querida. :)
    Depois do meu computador, a minha máquina fotográfica é o meu bem material mais adorado. :)
    Presente dos papás. :) :) :)

    Tanto tempo que não vou à Sacolinha... sabes que quando andava no secubdário, o meu colégio era bem perto, então ia muitas vezes lá lanchar. Daqueles lanches nostálgicos: muito tempo, muitas gargalhadas, muitos planos, e muitos bolos!! :)

    Beijnhos.

    ResponderEliminar
  3. Que lindo ficou o teu Bolo das Rosas!
    Tenho a receita da Gisa impressa à imenso tempo, mas ainda não experimentei... neste mundo da blogosfera aparece tanta receita que depois é difícil a escolha e o tempo para as experimentar a todas!

    ResponderEliminar
  4. Gasparzinha
    O teu bouquet ficou lindo e perfeito.
    Faço muitas vezes esse bolo,recorda-me coisas boas do passado...
    Bj

    ResponderEliminar
  5. Ficou um espanto :-O de linda...mas o bolo das rosas é de Grandola heheh, foi sempre assim que o conheci...isto está mau :-D

    ResponderEliminar
  6. Lindo! E deve ser mesmo delicioso esse bolinho! Ainda não provei mas fiquei bem tentada!

    ResponderEliminar
  7. Gasparzinha,
    Que bolo lindo, e tb deve estar delicioso com esse aspecto até apetece dar uma trinca no ecra:D

    Tenho que experimentar fazer.Mas tem que ser na bimby será que tb fica bom ??

    Bjs
    miga

    ResponderEliminar
  8. Luísa, como eu te compreendo...!
    Mas esta vale mesmo muito a pena. É, de facto, uma receita muito boa.

    Canela, eu sei que este é um bolo cheio de memórias para ti. :)
    :)

    Samma, já vi que era de Grândola, que era de Alcácer... olha, é dos Alentejos!! :) :) :)

    Chocogirl, até lhe podes acrescentar umas nozinhas de nutela. Deve ficar boooom!

    Rita, claro que fica bom feito na bimby. Aliás, a primeira vez que fiz, foi na Bimby e ficou extraordinário. :)

    :)

    ResponderEliminar
  9. Ena, esta rosácea(gigante)não tem espinhos! hehehe
    Tenho visto muitos bonitos, e ficam todos tão bem,, que até parece simples...hehehe
    Com amêndoa deve ser óptimo, mas o sabor canela é imprescindível para mim! Sim, amanhã é o Red Day! lol
    Bjókas*****

    ResponderEliminar
  10. Está PERFEITA
    Já para para não dizer o resto......DELICIOSA

    Bjos

    ResponderEliminar
  11. Gasparzinha está lindaaaa.
    Este bolo é muito bom mesmo.

    Continuo a copiar os teus pães maravilhos...hehe

    Obrigado pela tua visita
    bjs
    Abelha Maia

    ResponderEliminar
  12. Olá amiga.

    Pesquisando receitas pela net encontrei seu blog, e como fiquei surpresa de ver a receita que minha avó fazia. Moro no Sul do Brasil, numa cidade chamada Santo Ângelo, e essa receita que você chama de Bolo das Rosas minha avó chamava de Xineque. Eu adorava, hum é tão gostosa, ela servia com chá de laranja.
    Como minha avó já não está mais aqui, vou resgatar minhas memórias de infância fazendo essa receita.
    Bjos e felicidades.
    Mônica.

    ResponderEliminar
  13. Ai as saudades que me deu ao ver as tuas fotos.. Fiz este bolo algumas vezes mas há muito que não faço. Fica sempre bonito e é um presente optimo!
    O teu está perfeito!!
    beijinho

    ResponderEliminar
  14. Mas que aspecto mais delicioso e fica tão bonito! Jokas

    ResponderEliminar
  15. Mas q coisa deliciosa!
    Ficou lindo, os meus parabéns.
    Beijinhos.
    Elsa

    ResponderEliminar
  16. bem.. que delicia! :)
    Tem muito bom aspecto.. e eu como adoro amendoas, n tenho como não me babar! ;)
    *beijinho

    ResponderEliminar
  17. É só substituir o coco pela amêndoa? Adoro coco, portanto vou experimentar com coco :)

    ResponderEliminar
  18. Ficou muito bonito!
    É tipo cinammon rolls. Fiz uma vez com a receita da Cinara e foi um sucesso. A massa era super fofa, o problema é que não apetecia parar mais de comer hihi

    ResponderEliminar
  19. Uau!!! Ficou super lindo esse pão/bolo!!!

    Adoro esses pães assim molhadinhos e com coco.


    Beijão

    ResponderEliminar
  20. Mary, este não levou canela, mas tb gosto muito quando uso.

    Isa, este bolo é mesmo a combinação ente o bonito e o delicioso!

    Abelhinha, que bom ver-te por cá!
    E fico contente que contunes fã dos meus pães!
    :)

    Carluxa, este bolo é uma surpresa quando se prova. :)

    Elsa, bem-vinda ao no soup! :)

    rauqel, se gostas de amêndoas, vais adorar!

    Ameixinha, podes substituir um pelo outro, ou usar os dois!! :) :)


    Manuela, tb experimentei os cinammon rolls da Cinara - uma maravilha! Fiquei com vontade de fazer de novo.

    eu Mulher, a calda É o grande segredo para este bolo ser tão bom. Molhadinho...

    Um beijinho para todas. :)

    ResponderEliminar
  21. Que engraçado a forma de rosas tb foi escolhida lá em casa!

    Esse bolo ficou bem giro! E como dizes a calda dá um gostinho húmido.

    Lindo mesmo!

    Bjs

    ResponderEliminar
  22. Mónica,
    Não imaginas como fico contente por poder de alguma forma contribuir para um resgatar de sabores da infância.
    A tua avó ficará mais perto de ti ao saboreares este bolo. :)

    Espero que a receita corresponda mesmo ao que espera, mas se não for o mesmo, ficará com um bolo delicioso na mesma!

    Beijinhos. :)

    Sandra e Dinis, quando sai uma rosa, calda é o perfume certo! :)

    ResponderEliminar
  23. gasparzinha mas que maravilha. e simples de fazer eu acho, da trabalho mas depois o sabor compensa e muito.
    bijinhos

    ResponderEliminar
  24. Obrigada mais uma vez pelas dicas que me deste...........é divinal este bolo, feito na MFP não dá trabalho nenhum (ao contrário do que parece, só pelo resultado final)
    O teu gasparzinha ficou lindo, o meu proximo teste é mesmo com côco.....hum deve ficar otimo, beijinhos Sónia

    ResponderEliminar
  25. Moranguita, eu amasso sempre ou na MFP ou na bimby, o que simplifica muito, mas acredito que mesmo amassando à mão, parece mais trabalhoso do que é.
    O que é, mesmo, é delicioso!

    Creative, eu tb gosto muito da versão coco... O teu ficou tão lindo!!
    :)
    Que bom que me vieste visitar aqui! :)

    ResponderEliminar
  26. Querida obrigada pela visita ao meu cantinho e claro pelo comentário!!!Tenho a receita deste bolo um pouquinho difrente mas agora que vi o seu irei fazer.Um beijinho...

    ResponderEliminar
  27. Tenho mesmo que experimentar, tem um aspecto delicioso.
    A tua ficou linda e perfeita.
    Bjos

    ResponderEliminar
  28. que engraçado.. durante muitos anos minha mae faz esse bol de rosas no natal, com coco e em vez da calda poe mel..é um bolo de tradiçao,.. mas um dia desses pedi a minha mae que me desse a receita, minha mae negou me disse nao dava essa receita a ninguem com medo de se divulgar dizendo que era um bolo de tradicao, fiquei triste e por curiosidade vim a procura na net, pelo meu espanto me deparo com esse site.. FIQUEI TAO CONTENTE... VOU JA FAZER AMANHA:p OBRIGADO.. TBM TENHO BIMBY seja mais facil

    ResponderEliminar
  29. Magana, que boa coincidência!
    Assim ainda surpreendes a mãe com um bolo das rosas feito por ti! :) :)
    Espero que seja o que esperas.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  30. Bom dia Gasparzinha,
    como não diz a quantidade de sal presumo que seja uma pitada?

    a sugestão que deu para colocar nutella é juntamente com as amendoas?

    Obrigada

    Micol

    ResponderEliminar
  31. Esqueci-me de perguntar se é necessário untar o papel vegetal?

    Micol

    ResponderEliminar
  32. Olá Micol! :) :)
    Se quiseres rechear com Nutella pode ser com ou sem as amêndoas, é como preferires. O papel vegetal não precisa de ser untado.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  33. Bom dia Susana, a massa já está a levedar mas reparei que a massa não leva açúcar, é mesmo assim????????

    micol

    ResponderEliminar
  34. Susana já fiz e realmente a massa não precisa de açucar...pois o recheio e a calda já levam mais que suficientes....até cortei nas quantidades. Bom mas o que me deixou mais admirada é a massa ficar tão fofinha e molhada..... só posso agradecer...obrigada!!!

    ResponderEliminar
  35. Micol, esta receita é mesmo fantástica! Já vi a foto que deixaste no facebook, ficou lindo, parabéns!
    Fico contente que tenhas gostado, cá em casa faço muitas vezes. :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  36. Gasparzinha,
    Estava sem inspiração para fazer algo diferente nesta Páscoa. É sem dúvida uma sugestão com excelente apresentação.Obrigada pela partilha.
    Patrícia

    ResponderEliminar
  37. Fiz este bolo para levar no domingo a um encontro de primos... foi um sucesso!

    ResponderEliminar
  38. Que bom que gostaram Maria :))
    Acho este bolo mesmo perfeito para partilhar com quem gostamos. Bjs

    ResponderEliminar
  39. esse bolo n pode faltar na consoada... acrescento frutas cristalizadas e secas... no meio de cada rosa meia cereja... polvilho com açúcar, fita de cetim em volta do bolo arrematado com ramo de azevinho... sabem como o comem? barrado com queijo da serra... q bomba...

    ResponderEliminar
  40. Olá Susana! Finalmente arranjei "coragem" para deitar mãos à obra!! Ficou lindo e tão boooommmm!!
    Mas também qual é a novidade??? Não há uma única receita tua que corra mal ... (sou fã do blog e do "Velocidade Colher"!)

    Beijinho, Isabel Lopes

    ResponderEliminar
  41. Fico tão contente Isabel! :)
    Este bolo é mesmo uma daquelas delícias que, depois de experimentarmos, vamos querer sempre ter na mesa nos dias especiais.
    E o teu ficou tão lindo: obrigada por partilhares a fotografia no facebook, adoro ver o resultado de quem leva as receitas daqui aí para casa!
    Beijinhos. :)

    ResponderEliminar