sexta-feira, 4 de Janeiro de 2013

Uma cidade que come sopa. Lisboa e alface.

Em Agosto houve um especial Verão que deixou o No Soup “De pés na areia e gelado na mão”.
Agora que chegou um novo ano, um novo Inverno e um novo Janeiro, a mim apetecem-me sopas quentes, cheias de verdes e de consolo, para me ajudarem a arrumar a mesa de Natal e a saborear o prazer de uma tigela quente nas mãos.

Se me dizem que este ano vai ser duro, crítico e preocupante, eu chamo o desafio em voz alta e digo-lhe que S-I-M: 2013, vais ser um ano combativo, instigante. E bom!!
Por isso começo com o que mais gosto, o que nos dias mais ásperos me traz aconchego e conforto: comida simples e a minha Lisboa.

Photobucket 
Neste mês de Janeiro vamos ter aqui no blogue uma rubrica semanal que vai trazer em cada sexta feira uma sopa e uma cidade! Se se estreia com sabor a alface, a cidade que lança o mote não podia ser outra...
Querem começar o ano com alegria? Eu quero - tragam-me uma sopa e levem-me a passear pelas ruas desta Lisboa de luz branda e ruas cúmplices.

Photobucket

Photobucket

Sabem a resposta? 


Photobucket

Sopa de Alface 

1 cebola 
1 alho francês 
2 dentes de alho 
30 g de azeite 
1 nabo, cortado em pedaços 
1 alface, só as folhas 
1 mão cheia de cogumelos frescos, partido em pedaços 
700 g água 
Sal e pimenta preta moída na hora  

_________________________________________ 

thermomix_bimby 

Coloque no copo a cebola, o alho francês, os alhos e o azeite, pique 5 seg/vel 5 e refogue 6 min/Varoma/vel 1. 
Junte o nabo, a alface, os cogumelos e a água e coza 35 min/100ºC/vel 1. 
Tempere com sal e pimenta, programe 2 min e vá progressivamente até à vel 7. 
Rectifique os temperos, acerte a consistência e sirva.   

tradicional 

Pique a cebola e o alho e refogue-os no azeite, até que a cebola fique translúcida. Adicione o alho francês e continue a cozinhar até que murche. 
Junte o nabo, a alface, os cogumelos e a água e deixe tapado em lume brando até que os legumes fiquem macios. 
Tempere com sal e pimenta e triture. Rectifique os temperos e a consistência e sirva. 

Photobucket

Nota: Continua a decorrer o Passatempo de Natal no qual o No Soup oferece um conjunto de louças de chá. Podem participar até dia 5 de Janeiro.




.............................

17 comentários:

  1. A alface tem sido um dos ingredientes das minhas sopas. Como se consome menos em saladas nesta época de frio, dá-se-lhe o uso devido e a sopa fica surpreendentemente deliciosa.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Numa casa só de 2, e com o Inverno a trazer-me couves tão boas, as alfaces acabam muitas vezes por ir parar à sopa. Sopas alfacinhas, sopas boas! :)

      Eliminar
  2. Oh que lindo, adorei a rubrica tanto como adoro Lisboa uma cidade que muitos lisboetas não a conhecem.. contam-se pelos dedos das mãos as pessoas que conheço que nunca foram passear a Alfama que para mim é das zonas mais bonitas de Lisboa, temos cá tudo não deviamos ir embora como vemos tanta gente a ir.. mas enfim há pessoas que não têm escolha! Adorei a sopa e espero a proxima cidade! beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A nossa cidade é tão linda... como dizes, vale a pena perdermo-nos pelas vielas dos bairros históricos onde há sempre algo mais para descobrir.
      Não há cidade mais linda! :)

      Eliminar
  3. Que delicia de fotos e de receitas... Adorei!

    ResponderEliminar
  4. Que delícia de fotos e receita. Consegui passear por essas ruas enquanto lia suas palavras. Beijocas, Adriana.

    ResponderEliminar
  5. Quem sabe um dia ainda iremos passear juntas por aqui!
    Lisboa é linda Adriana. :) Ia adorar calcorreá-la contigo! Bjs

    ResponderEliminar
  6. Eu sou de Lisboa, conheço Alfama,a Graça, a Mouraria mas ainda me falta conhecer muitas ruas e ruelas. Lisboa está sempre em mutação e em crescimento mas a antiga cidade, a das histórias e da História é sem dúvida a mais bonita e com mais memórias... Agora estou pelo Alentejo mas bate uma saudade de vez em quando!!!!
    Esta sopinha aquece alma e corpo e é mesmo Lisboeta...
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  7. Olá Susana !
    Adorei esta ideia da rubrica, e sim, realmente nesta época uma sopa sabe sempre bem !
    Mais uma vez fotos lindissimas !
    Beijinhos e bom fim-de-semana !
    Anabela Salema

    ResponderEliminar
  8. que gira que vai ser essa rubrica... :) vou conhecer Portugal inteiro no teu blog...hehehehe..

    um beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  9. Para mim Lisboa sempre foi aconchegante... como uma boa sopa. Curiosamente nunca comi sopa de alface, acreditas? Parece bem boa :)

    ResponderEliminar
  10. Bom dia Susana,
    Voltei cá para rever os últimos post à luz do dia.
    Lindas as fotos de Lisboa, fiquei com saudades, sou Lisboeta de nascença mas pouco tempo estive por ai, contudo sinto Lisboa um pouco minha também e tenho saudades de passear pelas suas ruas, ir até ao castelo, Belém... em fim!
    Gosto muito de sopa de alface, fazia com regularidade quando os meus filhos eram pequeninos, agora está um pouco esquecida... estava, tu lembraste-me dela.
    Irei acompanhar a tua rubrica das cidades e sopas... quantas maravilhas vêm por ai!
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Estou encantada com as fotografias, FANTÁSTICAS!!
    Uma bela sopa, para aconchegar nestes dias frios. :)

    Jota
    http://searchncook.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Começas bem o ano! Uma sopa aconchegante e quente, que nos acalma os dias.
    E adoro a nova rubrica. Lisboa é apaixonante e aconchegante como a tua sopa.
    Adorei as fotos! Foi bom passear por Lisboa através delas e do teu texto :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Por cá também estamos numa de sopas, este ano definitivamente terão um lugar de destaque no nosso menu, principalmente devido aos nossos horários trocados. Acho que nunca comi sopa de alface, não sei porquê...

    ResponderEliminar
  14. Que saudades do 28 e dessa Lisboa...Ao ver as fotos recuei uns bons anitos e revivi algumas aventuras nessa zona, muito bom mesmo! Obrigado!

    A sopa é essencial cá em casa, há sempre no frigorífico ou congelador...

    Boa semana!

    ResponderEliminar