quarta-feira, 4 de Janeiro de 2012

Uma Brincadeira de Crianças. Iogurte de Soja

Há quem diga que iogurte é coisa para crianças.
Por aqui quem os come somos nós, uns atrás dos outros e desde há muito sempre feitos em casa.
Pois fazer iogurte é que é tão fácil que parece uma brincadeira de crianças. ☺
Daquelas sem truques, sem engenhos e sem idade, das que nos cativam vida fora.

Photobucket

A quem nunca experimentou fazer, lanço este desafio para o novo ano que agora rompeu: atrevam-se!
Primeiro com dúvidas e cautelas, depois com a tranquilidade que as rotinas respiram, é certo que em lhe apanhando o jeito é sempre em piloto automático.
Dia sim, dia não, é apenas mais uma etapa nos preparativos antes de ir para a cama: enquanto o leite aquece, lava-se os dentes e veste-se o pijama. Fermentam no “até amanhã” e quando acordamos estão prontos para o frigorífico. Simples. Cheios de sabores. E económicos, ora pois.

Há cá muitos no blogue, e todas as dicas estão reunidas aqui.
A pedido de alguns leitores, e depois de já ter partilhado os iogurtes de soja líquidos, aqui ficam também os sólidos.

Em 2012, vamos todos “iogurtar”! ☺

Photobucket

Iogurte Natural de Soja

1 c. chá de ágar-ágar
800 g de leite de soja
30 g de açúcar amarelo
1 iogurte natural de soja

_________________________________________

thermomix_bimby

Misture o ágar-ágar com 50 g de água a ferver. Mexa bem para que se dissolva totalmente.
Deite no copo 200 g de leite e o ágar-ágar dissolvido na água: 6 min/90ºC/vel 4.
Junte o restante leite e o açúcar: 5 min/50ºC/vel 3.
Adicione o iogurte e misture 15 seg/vel 3.

Deite a mistura de iogurte em frascos de vidro com tampa.
Abafe-os com uma manta polar e leve ao forno pré-aquecido a 50ºC (mas desligado) durante cerca de 12 horas. Se tiver uma iogurteira, deixe os iogurtes fermentarem lá durante 
o mesmo número de horas.

tradicional

Misture o ágar-ágar com 200 g de leite e leve ao lume. Quando levantar fervura, mexa bem até o ágar-ágar se dissolver totalmente.
Junte o restante leite e o açúcar e aqueça apenas até uma temperatura em que consiga aguentar o dedo lá durante uns segundos.
Adicione o iogurte e misture até que fique homogéneo.

Deite a mistura de iogurte em frascos de vidro com tampa.
Abafe-os com uma manta polar e leve ao forno pré-aquecido a 50ºC (mas desligado) durante cerca de 12 horas. Se tiver uma iogurteira, deixe os iogurtes fermentarem lá durante 
o mesmo número de horas.

_________________________________________


Notas:

- Para obter iogurtes sólidos de soja com sabores e variações, basta adaptar esta receita base às várias que aqui vou partilhando feitas com leite de vaca.

- Para que se dissolva e seja eficaz, o ágar-ágar tem que ferver.

Photobucket

Na verdade, fazer iogurte é como andar de bicicleta.
Quando se sabe, nunca mais se esquece.

26 comentários:

  1. É verdade, sim senhora, fazer iogurtes é muito fácil. De inicio nem sempre me saiam bem mas agora, o unico senão é mesmo os que faço com fruta fresca, alguns talham, mas vou optar também por ferver com o açucar e colocar no fundo dos copinhos, assim resulta sempre, segundo a tua experiência.
    Fazendo os iogurtes poupamos e sabemos o que comemos, não é? Obrigada pelas tuas partilhas, o que eu tenho aprendido ..... Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Adoro iogurtar, sou uma fervorosa adepta dos iogurtes caseiros. Ao domingo, a iogurteira mais velha do que eu sai do armário para operar o milagre que nos acompanha durante a semana :)
    Bem sei que hoje em dia temos muita escolha no mercado, mas a verdade é que eu faço os meus iogurtes mais em modo de sobremesa do que outra coisa: é que depois do almoço sabe sempre bem uma goluseima e nada melhor do que um iogurte caseiro em vez de tirar chocolates das vending machines ou entrar numa confeitaria, perder a cabeça e ganhar uns quilinhos. Assim sendo, os meus iogurtes são gulosos (apesar de pouco doces) e bem consistentes: chocolate negro, leite condensado, creme de leite, lemon curd, de bolachas/biscoitos variados, de chocolates e, o que o homem da casa elegeu como o melhor de todos, de chocolate de leite e manteiga de amendoim. Só é preciso dar asas à imaginação e temos excelentes sobremesas de iogurte :)
    Bjis
    PS: o Velocidade Colher tem sido uma das minhas leituras dos ultimos tempos, a par de outros livros, e tenho adorado (aliás, já adoptei a receita do lemon curd!)

    ResponderEliminar
  3. Olá, Susana. Há uns tempos, fazia sempre os iogurtes em casa, na velha iogurteira da minha mãe. No entanto, há uns meses que não faço. Mas é isso que o teu blogue tem de bom: inspira-nos. Acho que hoje à noite vou fazer iogurtes :)Tenho de retomar este hábito tão bom:)
    Beijinhos,
    Ilídia

    ResponderEliminar
  4. Antes de mais, parabéns pelo teu livro, já tneho o meu e adorei, e na minha ementa mensal já tenho varias receitas tuas :).

    Olha eu bem queria que assim fosse....Liquidos, nem me tem saido mal....Mas tneho alguma dificuldade em variar, pois tem que ser Light para mim, e nada de chocolates e afins :).

    Os solidos, que compro muito para a minha flha, tirando uma vez que me ficaram bem, ficam sempre mal...e já tentei umas 4 ou 5 vezes...Traduzindo comprei a iogurteira e ta la bem paradinha....
    diz os naturias e ficaram bons, mas a Mariana não é o que gosta mais....Fiz os de Coco, foicaram duros mas o coco muito inteiro (não sei se fiz algo mal, ou se é mesmo assim). Depois tentie de morango, tentei os de morango da ciaxa 100%, tentei os de manga, ficam todos liquidos!!!coloco na iogruteira toda a noite e nada...De morango fiz 2vezes, a utliam liguei a iogurteira uma hora e depois desliguei, tinha lido que assim resultava, nada!!!
    Queria tanto fazer, mas estou mesmo com muita dificuldade....

    beijinhos,

    ResponderEliminar
  5. Susana embora faça iogurtes caseiros de vez enquando, tanto eu como o Jorge ainda não conseguimos ficar fãs, acabam todos em batidos valha-nos pelo menos isso :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Fiquei absolutamente fã dos iogurtes caseiros. Uso o método do forno e até agora só 2 experiências me correram mal, mas acho que foi por serem dias de bastante calor. Fica mais esta dica para outras experiências.
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  7. Parece tão fácil e bastante divertido pela maneira como tu descreves, fazer os nossos próprios iogurtes. Qual brincadeira de criança que nos leva a dar asas à imaginação. Gosto imenso dos teus iogurtes. E das fotos :) deliciosas.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  8. Ando com muita vontade de tentar fazer iogurtes caseiros. Acho que me vou divertir a experimentar sabores. Pode ser que seja desta que eu compre uma iogurteira. As dicas e sugestões que tens aqui no blog serão concerteza uma grande ajuda! Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Querida Susana, "iogurtar" eu já "iogurtei", mas nem sempre correu bem. Por isso deixei um pouco de lado. Os iogurtes saiam sempre mais líquidos que sólidos e a família não adorava, logo ficou de lado.
    Mas como eu adoro desafios, aceito o teu e 'bora lá "iogurtar" em 2012. Vou experimentar de novo com as 12 h e com uma receita tua. Depois se correr bem chamo a Margarida e fazemos as duas =)
    beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  10. Olá Menina Susana,

    agradeço e retribuo os votos de próspero ano novo.

    Este artigo dos iogurtes lembrou-me aquela época em que nos desafiámos uma à outra, em variações iogurteiras. E também aquele livro magnifico das 100 receitas de iogurte.

    Beijinhos e muito sucesso para o teu livro.
    Ainda não tive oportunidade de encontrá-lo nas livrarias para dar uma vista de olhos. Há na Fnac e na Bertrand?
    Rute

    ResponderEliminar
  11. Já há algum tempo que não vinha aqui ao blog, vim para desejar-te um excelente ano!!! E fiquei feliz por saber que deste blog (lindíssimo), nasceu a concretização de um livro! Gostaria de ter um, como se faz para comprar?
    Beijinhos.
    by Deva

    ResponderEliminar
  12. Teresa, os iogurtes com fruta são sempre mais matreiros... :)

    Ondina, tantos iogurtes deliciosos! Sou como tu, para mim tb se tornam verdadeiras sobremesas.
    Os de lemon curd são muuuuito bons! :)

    Ilídia, as iogurteiras com história tornam os iogurtes ainda mais especiais. :)

    Vânia, podes adaptar os sabores das receitas dos iogurtes sólidos aos líquidos. Basta que mantenhas a receita base em termos de proporções.
    Quanto aos sólidos com frutas, algumas fazem mesmo o iogurte talhar e nunca fica com a consistência pretendida. Nesses casos, como os de morango, o idela é colocar a compota no fundo dos copinhos e depois fermentar o iogurte natural por cima.
    Não desistas, vale muito a pena. :)

    Mónica, cá em casa gostamos mesmo muito, será que não ficaram com a consistência perfeita? é uma questão de ires ajustando a receita e o tempo de fermentação ao vosso gosto.

    Carla, que bom! E quanto mais fazemos, mais simples se torna. :)

    Ginja, obrigada. Bjs

    Rita, não tenhas medo, experimenta que vais ver que corre bem. :)

    Carocas, já estou a ver a Margarida toda contente a "iogurtar" coisas boas. :))

    Rute e Deva,
    O livro saiu com o Jornal Público no dia 17 de Dezembro.
    Por enquanto ainda pode ser encomendado nos pontos de vendas de jornais que o Público vai enviando conforme os pedidos.
    E pode ser comprado na loja online do Público, paga-se no multibanco e recebe-se em casa:
    http://loja.publico.pt/categories.php?category=Colecção-BIMBY

    Podem ver mais coisas sobre o Velocidade Colher aqui:
    http://nosoup-foryou.blogspot.com/p/o-livro.html

    Espero que gostem! :))

    Um grande beijinho para todos. E bons iogurtes! :)

    ResponderEliminar
  13. Querida Susana
    Também eu gosto de fazer iogurtes em casa, mas já há algum tempo que não os faço. Fiquei com vontade depois de ver o teu post!
    Quero deixar-te mais uma vez os meus parabéns pelo Velocidade Colher e desejar-te um excelente 2012!
    Um grande beijinho
    Sofia

    ResponderEliminar
  14. Tenho ali um iogurte a drenar para comer com nozes e mel :) É o único lacticínio que posso comer à vontade... não sou grande fã do leite de soja mas no iogurte até é capaz de ser bom.

    ResponderEliminar
  15. Susana querida,

    Sabes que nunca fiz! Um destes dias estava a olhar para as receitas de iogurte no teu livro e a pensar que tenho de me fazer ao caminho. Há-de ser em breve. ,)

    Uma beijoca*

    ResponderEliminar
  16. Esta vou manda a uma amiga minha que é fã de iogurte e desta "espécie"
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Paula, costumo comprar nas lojas "Celeiro", mas penso que tb se vende nas grandes superfícies, na zona dos produtos dietéticos/vegetarianos.

    ResponderEliminar
  18. Olá Susana! Também gosto muito de fazer iogurtes em casa, e por acaso já há algum tempo que não faço.
    Obrigada pela visita ao meu blog e pelo comentário sobre a minha filha. :-)
    Ah, e já tenho o teu livro, que está muito bonito e cheio de coisas boas (como sempre).
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  19. Vou agora mesmo fazer os meus iogurtes, já os faço em casa há cerca de 2 meses. Agora vou fazer com sabor a groselha. Gasparzinha, obrigado pelas dicas e aproveito para lhe dizer que adoro o seu livro, já fiz algumas das receitas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Que delicioso iogurte!
    Beijinhos
    Bom ano 2012
    www.strawberrycandymoreira.blogspot.com

    ResponderEliminar
  21. Jé sigo o blog há uns meses, no entanto so agora criei um e comecei a comentar. Muitos parabens pelo trabalho aqui feito :D Os iogurtes feitos em casa passam a ser uma boa solução, nos tempos em que vivemos :)

    ResponderEliminar
  22. São incomparáveis com os de compra, quando a pequenita estiver mais desenvolvida volto a fazer dos caseiros...

    ResponderEliminar
  23. Não passo sem eles e parece que finalmente descobri os produtos certos aqui, espero. Só na proxima acredito:)
    Faço de soja para o Miguel que gosta muito, mas sem ágar-agar.
    Beijo

    ResponderEliminar
  24. Pois eu desde que descobri como se fazem, não quero outra coisa!!
    De soja faço só para mim!!E não coloco ágar-ágar!Mas vou experimentar!!

    Bjs

    ResponderEliminar
  25. Iogurtamos sim senhora! Eu já estou feliz com os meus, mas para o viking habituado a iogrute turco com 10% de gordura, ainda vou ter de rever mts vezes a minha receita que "só" tem leite gordo...

    As fotografias de hoje estão especialmente encantadoras :)

    bjs e boa semana

    ResponderEliminar